RSM realiza uma pesquisa comunitária sobre planeamento familiar e violência de género

As províncias do Norte de Nampula, Cabo Delgado e Niassa, em Moçambique, possuem os índices de pobreza mais elevados do país, agravados pela recente instabilidade política. Estes desafios têm sido fatores que contribuem para os elevados índices de casamento, gravidez prematura bem como outras formas de violência de género em Moçambique. Por exemplo, cerca de 24% de mulheres moçambicanas entre os 18 e os 49 anos de idade relataram ter sofrido violência física durante a sua vida (dados do IMASIDA, 2015). Além disso, cerca de 50% de mulheres entre os 15 aos 17 anos de idade nestas províncias já são casadas (dados do UNFPA/INE).

Como parte dos serviços de Consultoria de Desenvolvimento da RSM, os nossos pesquisadores locais hospedaram-se nas zonas rurais e urbanas destas províncias, para entender melhor o conhecimento, atitudes e práticas das meninas com relação ao planeamento familiar e a violência de género. Esta investigação teve como objetivo ajudar o nosso cliente a influenciar fortemente esta população durante a sua próxima programação e a estabelecer valores básicos para medir o conhecimento das mulheres sobre estes temas.

Os resultados da pesquisa foram proveitosos e informativos. Embora o conhecimento sobre o planeamento familiar tenha sido mais divulgado do que o esperado, é importante trabalhar significativamente para prevenir a violência do género nestas comunidades. Segundo o nosso investigador qualitativo interno (responsável por entrevistar pais, líderes religiosos, líderes comunitários e enfermeiros nas três províncias), ''Esta pesquisa ensinou-me como é estar no lugar destas mulheres e ver o mundo através das suas experiências. Isto facilitou a compreensão destes fenómenos no meu país."

development.png

 

Para mais informações, contacte-nos através do email [email protected] ou através do telefone +258 844 141 138.

Author(s)

Julia Wood dos Santos
Development Consulting Manager

COMO PODEMOS AJUDÁ-LO?

Contacte-nos pelo telefone +258 844 141 138 ou envie-nos as suas questões, comentários ou pedidos de propostas.

CONTACTE-NOS