INSS - Perdão de multas e redução de juros de mora

ALERTA FISCAL

12 de Maio de 2021

 

O Decreto n.º 29/2021 de 12 de Maio foi introduzido a fim de mitigar o impacto económico e social da pandemia através da adoção de medidas de alívio da obrigação contributiva, é neste contexto que, ao abrigo do disposto no artigo 56 da Lei n.º 4/2007, de 7 de Fevereiro, o Conselho de Ministros decretou concessão do perdão de multas e redução de juros de mora do contribuinte do sistema de segurança social obrigatória.

Esta norma aplica-se a todas as entidades empregadoras bem como aos trabalhadores por conta própria, na mesma situação, com dívidas de contribuições, multas e juros, que tenham interesse em aderir, incluindo aquelas que:

  • Por qualquer motivo, nunca se inscreveram no Sistema de Segurança Social Obrigatória, devendo para o efeito, seguirem as regras de inscrição previstas no respectivo Regulamento;
  • Têm processos pendentes de cobrança coerciva da dívida de contribuições nos Tribunais, Procuradorias, e Juízo Privativo de Execuções Fiscais sem prejuízo da responsabilidade criminal que ao caso couber;
  • Celebraram acordos de pagamento em prestações, antes da entrada em vigor do presente Decreto, pelo valor remanescente da dívida que foi objecto de acordo;
  • Para efeitos do acima exposto , o perdão de multas e redução de juros de mora é somente relativo à parte remanescente e as empresas e trabalhadores por conta própria que devem proceder ao pagamento da dívida nos termos referidos no presente Decreto.

 

Modalidades de concessão e Instrução do pedido de perdão

O perdão de multas e redução de juros de mora é concedido sob a condição de o contribuinte proceder ao pagamento integral das contribuições em dívida que deram origem à aplicação de multa e juros de mora.

Note-se que, o contribuinte que efectuar o pagamento integral das contribuições, beneficia do perdão total de multas e redução de juros de mora em 98%. Por outro lado, o contribuinte pode requerer o pagamento das contribuições em prestações e beneficia do perdão total de multas e redução de juros de mora em 75%.

Para beneficiar do perdão de multas e redução de juros de mora, o contribuinte deve:

Elaborar e remeter todas as declarações de remunerações em falta e confirmar a dívida de contribuições em qualquer Delegação Provincial, Distrital ou Representação do Instituto Nacional de Segurança Social; Apresentar, durante a vigência do presente Decreto, na Delegação Provincial, Distrital ou Representação do Instituto Nacional de Segurança Social, um requerimento dirigido ao Director-Geral, solicitando o pagamento integral da dívida de contribuições ou pagamento em prestações.

 

Como podemos ajudá-lo?

Das transformações e reestruturações legislativas a nível regional à reestruturação das Autoridades Tributárias em Mocambique, verifica-se um ambiente acelerado a qual necessita de consultores que respondam, rápida e assertivamente, às suas necessidades de mudança e adaptação.

A nossa principal missão passa pela disponibilização, a clientes e parceiros, de meios e soluções de elevado valor acrescentado, baseados numa profunda compreensão do que é mais importante para o seu negocio.

Pois temos a convicção de que, partilhando conhecimento de uma equipe de profissionais em todo o mundo, poderemos apoia-los na tomada de decisões criticas com confiança para avançar com o seu negocio e igualmente, ,aproveitar as oportunidades criadas pela mudança.

 

Para mais informações contacte-nos atraves de:

Telefone: +258 844 141 138

E-mail: [email protected]

Morada: Edifício Millennium Park, Av. Vladimir Lenine, 174 - 11º  Maputo